Extenso hematoma epidural espinhal espontâneo em criança. Relato de caso

Autores

  • Aldo Jose F. da Silva
  • Ana Luisa Malta Doria
  • Thalita Lustosa de Oliveira Avelino Lopes

DOI:

https://doi.org/10.22290/jbnc.v32i4.1996

Resumo

Introdução: Os hematomas epidurais espinhais espontâneos é uma condição rara de compressão medular. Relatamos um caso de hematoma epidural espinhal espontâneo de uma criança com déficit neurológico. Relato de caso: Criança, sexo masculino, 5 anos, com dificuldade de deambular há 15 dias. Ao exame apresentava-se com paraparesia espástica e sinais de liberação piramidal. Na ressonância magnética de coluna cervical e torácica foi visualizado volumoso hematoma epidural (C7-T4) com edema medular importante. Foi realizada laminotomia para descompressão seguida de drenagem do hematoma. O hematoma epidural espinhal espontâneo geralmente ocorre na ausência de etiologia identificáveis. Na maioria  os casos, a localização é na região cervicotorácica. O quadro clínico em crianças é inespecífico. O tratamento é baseado na descompressão cirúrgica, principalmente com a laminotomia realizada até 48 horas da formação do hematoma. Conclusão: No caso apresentado, apesar de ter sido realizado a descompressão cirúrgica, a criança continuou com a paraparesia. Possivelmente, o tempo(>48hs) em que foi realizado o procedimento cirúrgico influenciou no prognóstico ruim.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aldo Jose F. da Silva

Pediatric Neurosurgeon, General State Hospital, Maceió, Alagoas, Brazil

Ana Luisa Malta Doria

Student of Medicine, Faculdade de Medicina Nova Esperança, FAMENE, João Pessoa, Paraíba, Brazil

Thalita Lustosa de Oliveira Avelino Lopes

Student of Medicine, Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas, UNIFACISA, Campina Grande, Paraíba, Brazil

Referências

Schoonjans AS, De Dooy J, Kenis S, et al. Spontaneous spinal epidural hematoma in infancy: review of the literature and the “seventh” case report. Eur J Paediatr Neurol. 2013;17(6):537-42. doi: 10.1016/j.ejpn.2013.05.012.

Kim M, Hoffman J, Amin A, Purohit M, Mohan A. Spontaneous Spinal Epidural Hematoma in an Infant. Pediatr Emerg Care. 2020;36(8): e467-e469. doi: 10.1097/PEC.0000000000001445.

Rosenberg O, Itshayek E, Israel Z. Spontaneous spinal epidural hematoma in a 14-year-old girl. Case report and review of the literature. Pediatr Neurosurg. 2003;38(4):216-218. doi: 10.1159/000069091.

Soltani S, Nogaro MC, Rougelot C, Newell N, Lim K, Kieser DC. Spontaneous spinal epidural haematomas in children. Eur Spine J. 2019;28(10):2229-2236. doi: 10.1007/s00586-019-05975-6.

Patel H, Boaz JC, Phillips JP, Garg BP. Spontaneous spinal epidural hematoma in children. Pediatr Neurol. 1998;19(4):302-307. doi: 10.1016/s0887-8994(98)00059-9.

Lee JS, Yu CY, Huang KC, Lin HW, Huang CC, Chen HH. Spontaneous spinal epidural hematoma in a 4-month-old infant. Spinal Cord. 2007;45(8):586-590. doi: 10.1038/sj.sc.3101976.

Azumagawa K, Yamamoto S, Tanaka K, et al. Non-operative treated spontaneous spinal epidural hematoma in a 12-year-old boy. Pediatr Emerg Care. 2012;28(2):167-169. doi: 10.1097/PEC.0b013e318244785d.

Groen RJ, van Alphen HA. Operative treatment of spontaneous spinal epidural hematomas: a study of the factors determining postoperative outcome. Neurosurgery. 1996;39(3):494-508. doi: 10.1097/00006123-199609000-00012.

Downloads

Publicado

2022-01-06

Como Citar

1.
Silva AJF da, Doria ALM, Lopes TL de OA. Extenso hematoma epidural espinhal espontâneo em criança. Relato de caso. jbnc [Internet]. 6º de janeiro de 2022 [citado 26º de maio de 2022];32(4):423-6. Disponível em: https://jbnc.emnuvens.com.br/jbnc/article/view/1996

Edição

Seção

Case Report